VISEU CIDADE INVISÍVEL

A CIÊNCIA COM SABORES, SABERES E TONS…

por Marlene Barros | Universidade Católica Portuguesa



Público-alvo | Todos

Descrição | Num cenário com flores de cardo, caixas de petri, géis de electroforese, cromatogramas e boa companhia vamos conduzi-lo a apreciar e a degustar a qualidade do Queijo Serra da Estrela DOP, apresentado por quem sabe. O evento será acompanhado por outras iguarias e criações dedicadas aos sabores e ambientes da Serra da Estrela. Enquanto saboreia pode acompanhar a Ciência que se esconde em cada fatia degustada.

Banca de venda de produtos da Região.

Cada dia é dedicado a um produtor distinto.

Duração | 90’

Nº de participantes | Entrada Livre

Sessões | 3

Horário | 18, 19 e 20 de Julho - 19h00

Local | Largo António José Pereira, nº 24 e 25 (atrás do Museu Grão Vasco, casa das janelas manuelinas)



Marlene Barros | integra o Departamento de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa.

Este projecto resulta de uma parceria entre a Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viseu, a Artspazios e instalações artísticas de Mariano.



----------------------------------------



VISEU CIDADE INVISÍVEL

A Cidade de Viseu encontra a Ciência

Cardo, Queijo Serra da Estrela, saliva e diagnóstico molecular, uma realidade... visível.

Ciência, uma arte para descobrir o invisível!

Quando foi a última vez que viu o invisível? Os investigadores procuram a realidade invisível, diariamente. Ter a capacidade de ver, entender, desenhar experiências, criar, mas também recriar, são as “artes” utilizadas pela ciência para produzir conhecimento e encontrar novas soluções ou novos produtos com aplicações de índole mais específica ou generalizada.