CONCERTO

RAUELSSON com Christoph Berg



Local | Sé de Viseu

Horário | 19 de Julho – 22h00

Portland, bem lá no norte dos Estados Unidos da América, é hoje um dos grandes centros de emersão de artistas na esfera indie. Depois da revolução chamada Elliott Smith, outros se seguiram, como The Dandy Warhols, Peter Broderick, M. Ward ou The Decemberists.

Este ambiente de dinamismo artístico levou à formação de inúmeras editoras independentes, o que contribuiu decisivamente para fazer de Portland um local de excelência para qualquer banda se basear, o que acabou por acontecer com bandas de renome e grande fan-base nos EUA como Modest Mouse, The Shins ou Spoon.

Já mais recentemente, foi a vez de RAUELSSON, oriundo de Benicàssim na Comunidad Valenciana, se mudar para Portland e assinar pela Hush Records de Peter Broderick. A subtileza dos arranjos fez-se logo sentir em La Siembra, La Espera Y La Cosecha, disco de 2009, a que se seguiu Replica, disco de colaboração com o próprio Broderick. Em apenas duas canções, estas mostravam a tão desejada ligação entre as influências mediterrâneas do espanhol e o minimalismo electrónico do norte-americano.

Vora, o último trabalho do músico, foi editado pela alemã Sonic Pieces (que também edita os trabalhos de Nils Frahm). Este disco faz abandonar as extensas secções de cordas de Replica, oferecendo um lugar de maior destaque ao piano, mantendo, ainda assim, as vocalizações etéreas típicas da neofolk de RAUELSSON.

A apresentação do disco ao vivo irá ser feita na companhia de Christoph Berg, no violino, o que oferecerá um carácter de maior experimentalismo e virtuosismo a esta reinterpretação.